ULTIMAS NOTÍCIAS
By Silvano Silva ✔ | sábado, 29 de abril de 2017 | Posted in | With 0 comments
O comandante Geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves fez uma avaliação dos protestos realizados na Paraíba nesta sexta-feira (28) durante a greve geral convocada por vários sindicatos e centrais sindicais em todo o Brasil para protestar contra as reformas Trabalhista e da Previdência.
Euller Chaves afirmou que as manifestações foram pacíficas com o registro apenas de alguns problemas pontuais que foram resolvidos de imediato pelos policiais militares. Em todo o Estado, segundo o comandante,  foram registrados apenas 13 chamados.


O comandante explicou que para garantir a segurança da manifestação foram mobilizados cerca de 2,5  mil homens e  cerca de 600 viaturas em todo o Estado. Com relação aos bloqueios, o coronel garantiu que logo nas primeiras horas da manhã o problema foi contornado por meio do diálogo entre a Polícia Militar e os manifestantes. Entre as ocorrências, segundo o comandante, as duas de maior destaques foram duas lojas que foram depredadas em Campina Grande e uma mulher que foi detida acusada de tentar pichar o prédio da Assembleia Legislativa do Estado..

Paraiba.com.br

By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Dupla rouba motos e é presa após perseguição, em João Pessoa
Na tarde desta sexta-feira (28), dois homens acusados de assaltos em bairros da Zona Sul de João Pessoa foram presos após uma perseguição policial.

Segundo informações policiais, os dois homens estavam em uma moto roubada no bairro das Indústrias e seguiram em direção a cidade de Bayeux, ao chegar no bairro do Sesi, na referida cidade, eles abandonaram a moto e roubaram outra.

Ao ser informada do assalto, a Polícia Militar iniciou as buscas e a dupla acabou sendo localizada às margens da BR-101 na comunidade Gauchinha no bairro Costa e Silva.

Um dos homens foi atingido por um disparo na perna e socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena.


PB Agora
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Habeas Corpus de Rodolpho Carlos será apreciado pelo desembargador João Benedito
O processo referente ao pedido de Habeas Corpus de Rodolpho Carlos Gonçalves da Silva, foi encaminhado ao Gabinete do desembargador João Benedito da Silva, conforme despacho do também desembargador Arnóbio Alves Teodósio. Rodolpho Carlos é acusado de atropelar e matar o agente de trânsito, Diogo Nascimento durante, uma blitz da lei seca no bairro do Bessa, no dia 21 de janeiro passado.


A prisão de Rodolpho ocorreu no último dia 24 por determinação do juiz de Direito, Marcos William de Oliveira. Em seguida, a defesa do acusado entrou com um pedido de habeas corpus, no plantão do desembargador, Ricardo Porto. Em ato contínuo, Ricardo Porto pediu informações do caso a autoridade coatora (Marcos William) para apreciar a liminar.


Terminado o Plantão do desembargador Porto, o processo ficou aguardando as informações pedidas ao juiz Marcos William. Seguindo o trâmite legal, o processo foi distribuído para o o Gabinete do desembargador Arnóbio Teodósio.


Ao apreciar o processo, o desembargador Teodósio verificou, com apoio de sua assessoria, e com base no Artigo 150 (parágrafo 3º) do Regimento Interno do Tribunal, que não era prevento (não cabia a ele proferir decisão sobre o caso em questão), mas sim o colega João Benedito da Silva.


O desembargador João Benedito foi o magistrado que lavrou o acórdão sobre o HC de Rodolpho, após presidir sessão da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, realizada no dia 7 de março de 2017.


O desembargador Arnóbio Alves ressaltou que o seu despacho ocorreu com base no Artigo 150 do Regimento Interno, dando assim seguimento legal ao trâmite do processo no 2º Grau de Jurisdição.


Arnóbio informou também que entrará em gozo de férias a partir do próximo dia 2 de maio, conforme programação feita ano passado. O Pleno do Tribunal, inclusive, indicou, na sessão realizada na última quarta-feira, dia 26, e por critério de antiguidade, o nome do juiz Marcos William para substitui-lo durante o período de férias.


PB Agora com TJPB
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


A greve geral desta sexta-feira (28) é um marco na história do movimento sindical brasileiro, acredita o secretário-geral da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Canindé Pegado. Ele disse que novas manifestações serão organizadas para evitar a aprovação no Congresso Nacional das reformas trabalhista e previdenciária patrocinadas pelo governo Michel Temer. A greve tem duração de 24 horas.
Centrais prometem novas manifestações contra reformas


“As centrais vão se reunir na semana que vem para traçar os próximos passos. Não vai ficar só nisso. Não acabou ainda a ameaça da reforma trabalhista e previdenciária. Com certeza, não vamos parar e faremos novas manifestações”, afirmou Pegado.


De acordo com o sindicalista, a manifestação ficará marcada tanto na história do país quanto na dos próprios sindicatos. “Essa é a maior mobilização dos últimos tempos. Já fizemos greve geral por categoria, mas nacional, onde há muitas categorias envolvidas, não é uma coisa simples. Consideramos esse movimento um grande marco”, reforçou Canindé Pegado.


Ele acrescentou que os motoboys também prometeram parar em São Paulo nesta tarde, o que deve aumentar o alcance da greve geral. O estado de São Paulo conta com mais de 150 mil motoboys.


Para o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, essa já é a maior greve trabalhista realizada no Brasil. Ele compara a mobilização de hoje ao movimento grevista de 1989, quando 35 milhões de trabalhadores pararam os trabalhos para protestar. “Ainda não há estimativa, mas vamos ultrapassar esse número”, disse Vagner Freitas.


As manifestações atingiram o Distrito Federal e todos 26 estados. De acordo com a CUT, todas as entidades ligadas à central aderiram ao movimento. Todas as centrais apoiam a greve nacional, que mobiliza, além da CUT e da UGT, a Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), a Central Sindical Popular (CSP/Conlutas), a Força Sindical, a Nova Central, a Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB).


Diversos movimentos sociais também aderiram ao movimento, assim como a Igreja Católica, por meio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), e mais de dez diferentes igrejas evangélicos.


Congresso em Foco
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


Os servidores da Justiça na Paraíba, aderiram ao protesto deste dia 28 de abril. Eles estão realizaram um protesto o em frente ao Fórum Trabalhista do Shopping Tambiá. O protesto  reune juízes, servidores, advogados e jurisdicionados. O presidente do Tribunal Regional do Trabalho na Paraíba, Eduardo Sérgio, presente no local, detonou o governo Temer e a reforma trabalhista proposta pelo mesmo.
Servidores veem Reforma Trabalhista como fim da Justiça do Trabalho


"Os direitos trabalhistas são a razão de ser da Justiça do Trabalho e esse governo quer surrupiar na calada da noite. Esse governo ilegítimo, corrupto, que assumiu o comando do governo de forma arbitrária. Os direitos trabalhistas são garantidos desde o governo Getúlio, garantias dos cidadãos, que agora não podem ser surrupiados", disse Eduardo, completando que "a reforma trabalhista está a serviço dos bancos, do capital financeiro nacional".

O juiz federal e coordenador geral do Sindijuf-PB (Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal no Estado da Paraíba) e Fenajuf (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal), Marcos Santos, foi mais radical em sua fala: "Somos da conciliação, mas se quiserem ir para a porrada vamos".

Em Campina Grande os servidores da Justiça também estão programando um protesto. Eles prometem seguir do Complexo Judiciário que funciona no bairro da Liberdade até o Centro da cidade, denunciando as perdas previstas nas reformas em curso no Congresso Nacional. 
Com o Pbagora
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Michel Temer disse a auxiliares nesta sexta-feira que não cogita abandonar sua agenda de reformas. “Não haverá recuo”, disse. Mantém o propósito de realizar o que chama de “governo refosmista”. Realça que outros países tiveram que lidar com protestos e incompreensões para realizar reformas. Sustenta que todos os que perseveraram estão economicamente mais sólidos. Repete que o esforço será recompensado com a volta da prosperidade econômica e dos empregos.
A despeito da disposição de Temer, o governo reconhece que ainda não dispõe dos 308 votos de que necessita para aprovar a emenda constitucional que reformula a Previdência. Nesse ponto, houve um ajuste na estratégia. O Planalto desistiu de marcar uma data para a votação. “Vamos votar quando tivermos certeza da vitória”, disse um ministro.
Depois de aprovar na Câmara a reforma da CLT, o condomínio governista cogitara travar a batalha da Previdência no dia 8 de maio. A data foi abandonada. Avalia-se que ministros e líderes de partidos precisarão de mais tempo para seduzir —na lábia e no fisiologismo— os deputados que ainda resistem em mexer no modelo previdenciário. Os insurgentes prometerão benesses como cargos e verbas orçamentárias, ameaça o Planalto.
A flexibilização do calendário não tem relação com os protestos realizados nesta sexta-feira, alega o governo. Ao contrário, o Planalto surpreendeu-se com a dispersão dos opositores das reformas. O próprio governo havia se equipado para enfrentar um movimento mais vigoroso. A percepção de Temer e de seus auxiliares é a de que não houve uma “greve geral”, mas manifestações “dispersas e pontuais”.
“Isso não diminui o nosso desafio”, disse o ministro que conversou com o blog. “Sabemos que não será fácil aprovar a reforma da Previdência. Não era fácil ontem. Não será fácil amanhã. Mas trabalhamos com a convicção de que é o melhor a ser feito. Por isso, achamos que vamos conseguir os votos, mesmo que demore um pouco mais.. Pode ser no final de maio, no início de junho. O que importa é aprovar.”

Uol 

By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

O Ministério da Educação prorrogou até o dia 31 de maio o prazo para renovação dos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O prazo original terminaria no próximo domingo (30). Os aditamentos são feitos pela internet, no Sistema Informatizado do Fies (SisFies). A renovação deve ser feita somente para os contratos formalizados até 31 de dezembro de 2016.
A portaria que determina a prorrogação do prazo está publicada na edição de hoje (28) do Diário Oficial da União. Os contratos do Fies devem ser renovados a cada semestre.
A renovação pode ser feita a partir de dois modelos: o simplificado e o não simplificado. O primeiro é quando não há necessidade de alterar nenhuma informação inicial, bastando apenas a validação no SisFies. Já no modelo não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato firmado, como mudança de fiador, por exemplo, o estudante precisa levar a documentação comprobatória ao agente financeiro para finalizar a renovação.
A portaria também prorroga para 31 de maio o período de transferência integral de curso ou de instituição de ensino e a solicitação de dilatação do prazo de utilização do financiamento.
O Fies oferece financiamento de cursos superiores em instituições privadas a uma taxa de juros de 6,5% ao ano. O aluno só começa a pagar a dívida após a formatura. O percentual do custeio é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante.
Agência Brasil 
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Depois de dois casos graves, denunciados à Polícia Civil, um deles com duas tentativas de suicídio, o secretário Cláudio Lima admitiu que a polícia já tem informações importantes sobre o suposto jogo, mas a orientação é de não falar sobre o assunto, para evitar pânico na sociedade. Ele disse ainda que, a qualquer momento, pode haver prisão de algum envolvido.
Na última quarta-feira, a Polícia Civil da cidade de Pombal, a 371 quilômetros da Capital, foi procurada por uma família, um dia depois que uma adolescente de 15 tentou se matar pela segunda vez. Segundo o delegado Alarico da Rocha, a primeira tentativa de suicídio da adolescente aconteceu na semana passada. "Ela tentou se enforcar no cemitério da cidade, mas a mãe já estava desconfiada do comportamento, seguiu a filha e evitou o ato. Esta semana, ela ingeriu remédios que a mãe utiliza no tratamento de um câncer, mas a situação foi vista pela irmã, que a levou ao hospital", contou.
Durante a investigação, a polícia também descobriu que outros adolescentes da cidade estão envolvidos com o jogo. disse o delegado. Alarico Rocha também informou que, para atrair a adolescente, o responsável pelas mensagens usou o nome Baleia Rosa, para dar a entender que era a página de missões do bem. Depois revelou que era a Baleia Azul. O caso segue sendo investigado pela delegacia de Pombal.
Há cerca de duas semanas, a Delegacia de Homicídios da Capital recebeu um denunciante, que apresentou a filha com mutilações no braço e registrou a queixa contra o suposto jogo. O delegado regional Marcos Paulo disse que as informações estão sendo analisadas. "Solicitamos uma análise de todo o material utilizado pela adolescente, primeiro para verificarmos se a origem desse jogo que ela estava é verdadeiro ou se é invenção de algum outro adolescente. É preciso cuidado antes de levar adiante uma investigação, para não corrermos o risco de está investigando o nada", disse. Até ontem, o delegado não tinha uma conclusão sobre o caso.
Verdades e mentiras. O secretário Cláudio Lima disse que ainda não é momento para designação de delegado especial, mas confirmou que o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) recebeu muitas informações, mas estão sendo filtradas para alimentar as investigações.
"Há algumas coisa que procedem, mas há também muita mentira. Quando uma coisa fica muito falada assim, dá margem pra muita boataria e até oportunismo. Alguns moleques podem quere se aproveitar dessa onda, seja por brincadeira ou por sadismo mesmo, para se passarem por responsáveis do jogo e atingir outros adolescentes. Por isso é preciso ter muito cuidado com o que se fala. Mas estamos trabalhando em silêncio e assim vamos continuar", disse.
Por outro lado, o secretário reforçou a responsabilidade dos pais nesse processo. "Os pais devem ser os primeiros investigadores, porque eles estão junto dos filhos, estão no local onde a situação pode começar. A polícia está distante e, quando é acionada, já há algum dano causado pela situação", alertou.
ReporterPB 
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments

Com uma programação ligada à cultura, arte, empreendedorismo, tecnologia e conhecimento, a quarta edição do Campus Festival, maior festival universitário do Norte/ Nordeste do País, começa nesta sexta-feira (28), em João Pessoa.  “A expectativa é muito positiva. Estamos muito felizes em realizar mais uma edição deste evento tão grandioso que promete grandes momentos e que aborda diversos temas importantes que agregam muito conhecimento aos jovens”, comentou Will Fonseca, diretor da Luz Criações, empresa realizadora do evento.
O Campus Festival 2017 conta com shows, palestras, galeria de arte, mesas-redondas, apresentações solo, painéis em grupo, bate-papos, debates, entrevistas e atividades diversas que acontecem simultaneamente. “Nesta edição, os participantes vão poder conferir um espaço de moda, feira de artesanato, games, gastronomia, exposição de artes visuais, ações exclusivas de empresas parceiras, estúdio de tatuagem e barbearia”, adiantou Will. 

“Acreditamos que esta edição vai surpreender o público e esperamos que todos prestigiem e aproveitem bastante. Cada detalhe foi planejado com muito carinho a todos”, declara.


Programação completa - Além de foodtrucks, mesas com start ups, barbearia e estúdio de tatuagem, na programação de shows, o compositor, cantor, multi-instrumentista e escritor Humberto Gessinger, que está na estrada com sua nova turnê “Desde Aquele Dia – 30 anos A Revolta dos Dândis”. A banda Maneva, que desembarca em João Pessoa pela primeira vez pra lançar seu novo DVD no palco do evento. A banda Baiana System, uma das mais comentadas da atualidade,  e Seu Pereira e Coletivo 401, que lança seu segundo disco no palco do Festival. As bandas sobem ao palco a partir das 17h do dia 29 de abril - uma noite de muita música e diversão que agrada vários gostos. Nesta edição, o produtor de cinema e ator premiado Wagner Moura será a grande atração da programação de palestras multitemáticas, que traz também empresários e youtubers. Rodrigo Cartacho, jovem empreendedor que criou sete empresas, sócio da plataforma de venda de ingressos Sympla. O paraibano João Paulo Sette, criador da plataforma Social Comics que tem uma carreira de destaque. Além dos influenciadores digitais GKay e Carlinhos Maia, com milhões de visualizações em seus canais digitais. As palestras acontecem no dia 30 de abril,  no Espaço Cultural.

Para mais informações: www.campusfestival.com.br .
Insta: @campusfestival
Ponto de venda: Bilheteria do Espaço Cultural  e www.facebook.com/campusfestivalbrasil  ou www.sympla.com.br .
Confira detalhes da programação completa - dias 28, 29 e 30 de abril de 2017:
Teatro:
A Peleja do Fute
Dia: 28 de abril
Local: Teatro Paulo Pontes - Espaço Cultural
Horário: 20h30
Preço: R$ 40 e R$ 20 (meia) e ingresso social, doando um kg de alimento.
Gastronomia:
Food Trucks: Acarajazz, King Truck, Kami Temakeria, Eu quero pizza, Empório da Coxinha, Metamorfose JP
Data: 28,29 e 30/04/2017
Horário: 18h30 às 22h, domingo: das 14h às 20h
Tecnologia e negócios:
StartUps – Demo Jobs
Data: 28/04/2017 
Horário: 18h30 às 22h
R$ 20 ouvinte/ R$ 40 empresas
Games:
Espaço Indie Games 
Data: 28,29 e 30/04/2017
Horário: 18h30 às 22h, domingo: das 14h às 20h
Artes plásticas:
Street art, exposição em telas e intervenção com artistas - Curadoria Rossiter Decor
Data: 28,29 e 30/04/2017
Horário: 18h30 às 22h, domingo: das 14h às 20h
Estúdio de Tatuagem e Barbearia
Jampa Tatoo
Data: 28,29 e 30/04/2017
Horário: 18h30 às 22h, domingo: das 14h às 20h
Shows:
Humberto Gessinger, Maneva, Baiana System e Seu Pereira e Coletivo 401
Data: 29/04/2017  Horário: 17h (abertura dos portões)
R$50 pista, R$80 frontstage e R$130 camarote lounge até dia 22 de abril.
Palestras:
Data: 30/04/2017 
Palestra 1 – 14h – Desafios de um empreendedor Digital – Rodrigo Cartacho
Palestra 2 – 15h30 – Mercado de Cultura Pop no Brasil - João Paulo Sette
Palestra 3 – 17h – Criação e produção de conteúdo para as mídias digitais - Carlinhos Maia
Palestra 4 – 18h – Profissão: Influencer – Você é a sua empresa - GKay
Palestra 5 – 20h30 - Bate papo com Wagner Moura
Preço:  R$ 50 (meia entrada e ingresso social)
Assessoria 
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments




O Prefeito Roberto Feliciano e o Secretário Executivo de Cultura Jairo Cezar entregaram, de forma simbólica, os prêmios do 3º Concurso de Poesia Augusto dos Anjos, na quinta-feira, dia 20, encerrando a programação “Celebrando os Anjos de Augusto”, evento que todos os anos transforma o município na sede nacional da cultura, com apresentações musicais, concurso de poesia, debates, recitais, oficinas e visitações ao Memorial Augusto dos Anjos, terra da antiga Usina Santa Helena, onde está localizado.
Um dos pontos altos do evento aconteceu pela manhã, no Memorial, com a entrega da premiação do Concurso de Poesia Augusto dos Anjos, que contou com a presença do Prefeito Roberto Feliciano e do Secretário de Comunicação Romero Baunilha, entre outras autoridades.
Estendida por mais de uma semana, a celebração dos 133 anos de nascimento do poeta Augusto dos Anjos foi encerrada com a apresentação, à noite, do espetáculo de balé da Escola Municipal de Artes e do Grupo Frente Trovadora, da cidade de Alagoa Grande-PB, que apresentou um musical e fez declamação de vários poemas do poeta reconhecido como o Paraibano do Século XX, arrancando aplausos do público que lotou a Praça Augusto dos Anjos, no Centro de Sapé.
O Prefeito Roberto Feliciano destacou as ações que a Prefeitura Municipal vem realizando para tornar cada vez mais conhecida a poesia de Augusto dos Anjos, não somente entre os alunos integrantes da rede municipal de ensino, mas também fora do Estado da Paraíba, com a divulgação da vida e da obra deste autor paraibano.
SECOMSapé











SECOMSapé
By Silvano Silva ✔ | | Posted in | With 0 comments


A Prefeitura Municipal de Sapé, por determinação do Prefeito Roberto Feliciano, antecipou o pagamento dos salários aos servidores municipais referentes ao mês de abril, pagos na sexta-feira, dia 28, de modo que está sendo creditado dentro do mês trabalhado e aquece as vendas do comércio.
Desde quando assumiu a administração municipal de Sapé, ainda na primeira gestão, o Prefeito Roberto Feliciano vem cumprindo rigorosamente o calendário de pagamento dos salários do funcionalismo dentro do mês trabalhado, mesmo diante das dificuldades financeiras que atingem todas as prefeituras.
Aliás, como tem frisado, este é um compromisso assumido com os servidores municipais que vem atendendo rigorosamente por reconhecer, também, a importância da circulação de recursos na cidade, aquecendo a economia local.

SECOM Sapé
By Silvano Silva ✔ | sexta-feira, 28 de abril de 2017 | Posted in | With 0 comments



Dez dos 12 deputados federais paraibanos participaram da votação que aprovou a reforma trabalhista, que modificará a CLT brasileira, caso o projeto passe no Senado. Votado à pressas na Câmara Federal, apenas os deputados Luiz Couto (PT) e Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) votaram contra a reforma. Já os deputados Wellington Roberto (PR) e Damião Feliciano (PDT) não participaram da votação.
Seguindo a recomendações do líder do governo Temer na Câmara, o deputado paraibano Aguinaldo Ribeiro (PP), também votaram a favor da reforma Rômulo Gouveia (PSD), Pedro Cunha Lima (PSDB), Wilson Filho (PTB), Efraim Filho (DEM), Benjamin Maranhão (SD), André Amaral (PMDB) e Hugo Motta (PMDB).
Após aprovação da reforma trabalhista,  Aguinaldo Ribeiro disse que o governo vai convencer a base a votar favorável à reforma da Previdência. O texto-base da reforma trabalhista foi aprovado com 296 votos, quantidade insuficiente para promover alterações na Constituição, caso da reforma da Previdência, em que são necessários, no mínimo, 308 votos.
Questionado se o quórum foi baixo, Ribeiro disse que o governo conseguiu uma “votação expressiva”. “Não considero um quórum baixo, considero um quórum alto, evidente que essa matéria não era constitucional, era uma matéria simples. Mesmo assim tivemos uma votação superior às votações que tivemos antes”, disse.
Segundo Ribeiro, o governo pretende manter o cronograma acordado e que prevê a votação do parecer do relator, deputado Arthur Maia (PPS-BA), na próxima semana, no dia 2 de maio. “Estamos vencendo as etapas do desafio que temos pela frente. Agora vem a etapa do convencimento, da explicação do texto do relator. Enquanto era para estarmos dedicados a reforma da Previdência, estávamos tratando da reforma trabalhista e agora vamos centrar força com os líderes todos [da base] sobre a reforma da Previdência”, disse.
A previsão é que o texto seja levado para votação em plenário no dia 8 de maio, em primeiro turno. O texto apresentado por Maia preservou o teor da proposta do governo, mas flexibilizou alguns pontos, entre eles o que estabelece a idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres para a aposentadoria. Além disso, eleva o tempo mínimo de contribuição de 15 anos para 25 anos. Maia fez ainda uma série de alterações após críticas e reivindicações de deputados da oposição e da base governista.
Segundo o líder, após a aprovação dos projetos de terceirização e da reforma trabalhista, a alteração nas regras da Previdência será o terceiro “ajuste” promovido pelo governo. “Vencemos a terceirização e agora aprovamos com uma larga margem, porque era um projeto de maioria simples [a reforma trabalhista]. Agora, vencida essa matéria, vamos nos deter na votação da Previdência que é o terceiro e último ajuste nessa primeira fase que temos como desafio para o país”, disse.

Com o paraibaja.com.br